• Audium

Arquitetura Sensorial no Brasil

Olá!

Quando você pensa na estação do Inverno, logo te vem a mente um delicioso cheiro de café ou chocolate e o som do farfalhar das árvores sob uma suave brisa, num pequeno vilarejo? Se sim, isso indica que você possui uma especial sensibilidade às sensações do espaço que vão além da visão.

Em Arquitetura e Urbanismo há quem esteja focado nessa área de estudo: o Urbanismo Sensorial. David Howes, pesquisador canadense e autor do estudo The Sensory Studies Manifesto (O manifesto dos Estudos Sensoriais), dentre outros pesquisadores pelo mundo, investiga como as informações não visuais definem a personalidade de uma cidade e afetam sua habitabilidade.




Estudos como o do pesquisador Oguz Oner, em Istambul, identificou que as pessoas mal poderiam ouvir o mar, inclusive ao longo da orla e ressalta a importância de amplificar os sons suaves da água, pois proporciona sensação de bem estar.


No Brasil, a arquiteta Juliana Neves trata em seu livro “Arquitetura Sensorial” os sentidos sob o ponto de vista emocional e o design de experiências em espaços físicos, questão atual e crucial das disciplinas projetuais tratadas pelo recente campo da arquitetura de atmosferas como a neuroarquitetura, a qual, por sua vez, tem como uma de suas principais estratégias contemplar todos os sentidos humanos com foco na qualidade de vida.

Gostou e quer conhecer mais sobre esses temas? Visite:

https://mittechreview.com.br/por-que-sons-e-cheiros-sao-tao-vitais-para-as-cidades-quanto-as-paisagens/

Débora Barretto

AUDIUM – Propagando ondas de excelência

--


Se despertou alguma dúvida, escreve para nós esclarecermos num próximo post.

E se esclareceu essa questão para você, conta para a gente aqui embaixo.


Conheça nosso canal do YouTube: youtube.com/audiumacustica


E acompanhe nosso Instagram: instagram.com/audiumacustica

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

BLOG