top of page
  • Foto do escritorAudium

Reflexão envolvendo onças, ariranhas, sons e equipe

Fim de ano chegando, e que ano de muitas e excelentes experiências. Momento de reflexões e planejamento.

No último texto do ano, gostaria de relatar um aprendizado que recebi em uma viagem recente ao Pantanal do Mato Grosso, mas especificamente Porto Jofre, onde se concentram as maravilhosas e poderosas onças pintadas. Sempre busco o contato com a natureza, priorizo escutar os sons naturais e dessa forma vou me reabastecendo.




Todos conhecem, mas poucos já viram esse poderoso animal em seu habitat natural. É difícil até de explicitar em palavras como foi esse momento para mim... uma mistura de sorte, benção e gratidão. Esse animal que está no topo da cadeia alimentar tem características bem interessantes. A onça pintada é o maior felino das Américas e o maior carnívoro da América do Sul. Seu ataque é o único que pode perfurar a carapaça de um jacaré, tem uma visão extremamente aguçada que enxerga bem inclusive a noite e em baixo d’água, é eximia nadadora, é veloz (alcança 70Km/h), possui grande força física e para atacar, a onça pintada consegue controlar sua audição de modo a escutar apenas o que lhe interessa: os sons de sua presa. Olha q interessante esse superfoco!!!

Contudo, há um animal que a onça prefere não atacar: a ariranha. A ariranha é um simpático animalzinho que lembra a foca e com pouca velocidade na terra, pois possui hábitos semiaquáticos e, apesar de carnívoro, sua dieta é a base de peixes e seus braços e pernas são pequenos. Mas, por que então as onças temem atacar a ariranha? Um ribeirinho pantaneiro me explicou.

As ariranhas são animais muito sociáveis e andam sempre acompanhadas. Diferente das capivaras, por exemplo, que ao serem atacadas se espalham, meio que em um “cada um por si”, as ariranhas contra-atacam, mas em bando! De acordo com meu guia, elas parecem se multiplicar e aparecem se surpresa, defendendo-se em grupo.

Ou seja, ainda que em desvantagem individual, a força transparece no coletivo. Em nossa última reunião de alinhamento, citei essa história para a equipe Audium para comprovar a importância que cada um tem em nosso grupo, pois nos retroalimentamos e nos protegemos. E, por aqui, gostaria de estender essa máxima a vocês, que nos acompanham, cada um de nossos parceiros, colaboradores, amigos. A Audium é construída diariamente, em cada serviço, projeto, visita, reunião, texto enviado e recebido. Por isso, aqui, gostaria de, mais uma vez, agradecer a todos aqueles que fazem da Audium uma realidade e que ajudam a construir nossa história.

Aproveito também para informar que de 26/12 a 04/01 estaremos em recesso coletivo. E, claro, aproveitar para desejar Boas Festas para todos vocês!

E um 2023 de muito sucesso!


--


Se despertou alguma dúvida, escreve para nós esclarecermos num próximo post.

E se esclareceu essa questão para você, conta para a gente aqui embaixo.


Conheça nosso canal do YouTube: youtube.com/audiumacustica


E acompanhe nosso Instagram: instagram.com/audiumacustica

62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


BLOG

bottom of page